21 de novembro de 2015

Satyrianas 2015

Por Adriana Sá Moreira

tags: mostra satyrianas teatroemsp



Até 22/11 será possível conferir uma série de espetáculos e intervenções no Satyrianas 2015. Aproveite essa virada nesse final de semana e confira várias atrações atrações com ingressos grátis.

A Mandrágora – Um jovem e rico italiano faz-se passar por médico para conquistar o amor de uma mulher casada, que sofre por não conseguir engravidar. Com o consentimento do marido, do padre e da mãe da moça, o falso doutor receita um suspeito tratamento à base de mandrágora. (90 min). Texto: Nicolau Maquiavel com tradução de Eduardo Tolentino de Araújo. Direção: Eduardo Tolentino de Araújo. Elenco: Guilherme Sant’Anna, André Garolli, Bruno Barchesi, Cesar Baccan, Cinthya Hussey, Maria do Carmo Soares, Paulo Marcos. Quando: Qui a Sáb, 19 a 21/11, às 20h30 e Dom, 22/11, às 19h. – 40 ingressos a R$10,00. Onde: Teatro Aliança Francesa. 14 anos.

Riso Nervoso – As Olívias em 5 histórias neuróticas – É um espetáculo sobre as coisas que nos tiram do sério no dia a dia. (60 min). Texto e Direção: Michelle Ferreira. Elenco: Marianna Armellini, Renata Augusto, Sheila Friedhofer, Victor Bittow, Lívia Camargo e Izab. Quando: Sab, 21/11 às 22h e Dom, 22/11 às 20h. Onde: Teatro Viradalatas. 14 anos.

Vendidas – Uma tragicomédia que trata das relações interpessoais na contemporaneidade através de um encontro de seis mulheres no fim de expediente de trabalho. (60 min). Texto: Leo Lama. Direção: Bia Szvat. Elenco: Anette Naiman, Carina Porto, Juliana Vedovato, Lucina Caruso, Paula Liberati, Sulivan Sena. Quando: Sex, 20/11 às 21h30. Onde: Teatro Viradalata. 14 anos.

#Ofelias (Um Exercício Cênico Itinerante) – Um exercício cênico itinerante que propõe reflexões sobre as representações do feminino no texto Hamlet Máquina, de Heiner Müller, na atualidade. (40 min) Texto e Direção: Ofélias. Elenco: Alexandre Fernandes, Clara Cury, Fabio Lopes, Leleto Bonfim, Peter Dias e Poliana Fernandes. Quando: Sex, 20/11 às 23h59. Onde: Estação Satyros. 18 anos.

…Ou Em Qualquer Lugar – Para evitar que suas memórias sejam esquecidas no turbilhão da vida cotidiana, um grupo de amigos decide resgatar suas experiências individuais e coletivas, num espaço de intersecção entre ficção e realidade. (70 min). Texto: Angela Ribeiro, Washington Calegari, Helder Rocha, Ana Pereira e Roberto Audio. Direção: Roberto Audio. Elenco: Ana Carolina Guedes, Ana Lucia Felippe, Ana Pereira, Angela Ribeiro, Bruno Félix, Dagoberto Macedo, Fabiana Souza, Helder Rocha, Marba Goicochea, Maria Campanelli, Mario Spatizziani, Paulo Maeda, Taiguara Chagas, Teka Romualdo, Thammy Alonso, Tico Dias, Wanderley Salgado e Washington Calegari. Quando: Sáb, 21/11 às 01h. Onde: Satyros Um. Livre.

12 Horas – “Das oito às seis, uma dose de Fluoxetina. Câmeras de segurança. Hora extra e um Diazepam para os nervos à flor da pele. As entranhas cuspindo ódio e falta de sentido. 12 horas de trabalho. 12 horas. Peça performativa que nasce da investigação do que constitui a mente urbana, de todos nós que aqui vivemos, e seus desvios”. (40 min). Texto: O grupo. Direção: Gustavo Ferreira. Elenco: Alencar Silva, Cristian Silva, Diego Ribeiro, Eric Barros, Fábio Fadul, Ingrid Arruda, Ivan Ferreira, Ju Alonso,Lenin Cattai, Lucas Cavallaro, Marina Vitti, Rafael Tesoto, Silvio Eduardo, Thaísa Gazelli, Thiago Soares. Quando: Sex, 20/11 às 15h30. Onde: Satyros Um. 18 anos.

A Carta – Uma criatura solitária passa seus dias escrevendo cartas das quais ele não obtém resposta. A melancolia, o transtorno, a depressão e a solidão humana, males da era moderna, parecem se confundir com a esperança deste determinado ser que vive num jogo mecânico e padronizado de suas ações, preso em sua própria rotina, que tem na repetição frenética a automatização dos próprios sentimentos. (45 min). Texto: Karl Valentin / Adaptação: Sarah Moreira e Caco Mattos. Direção: Caco Mattos. Elenco: Sarah Moreira. Quando: Dom, 22/11 às 17h. Onde: Espaço dos Parlapatões. Livre.

A Filosofia Na Alcova – É um romance publicado clandestinamente em 1795, protagonizado por uma das personagens mais emblemáticas da obra de Sade: uma jovem pura e ingénua que acaba envolvida em aventuras de depravação e em crimes sexuais. (60 min). Texto: Rodolfo García Vázquez, a partir da obra de Marquês de Sade. Direção: Rodolfo García Vázquez. Elenco: Bel Friósi, Felipe Moretti, Henrique Mello, Hugo Godinho, Phedra de Córdoba, Silvio Eduardo, Suzana Muniz e Stephane Souza. Quando: Dom, 22/11 às 16h. Onde: Estação Satyros. 18 anos.

Aluga-se Para Igreja – As desventuras de uma trupe de artistas populares que ocupa um teatro abandonado e, naquele local, discutem uma revolução das ideias políticas, sociais e ideológicas na valorização da identidade do povo brasileiro. (60 min). Texto: Asdrúbal Serrano e Teatro Popular Cara e Coragem. Direção: Teatro Popular Cara e Coragem. Elenco: Aline Emanuelita, Bruno Batista, Isaque Martins, Lais Silva, Rodrigo Garcia, Rodrigo Ribeiro. Quando: Sáb, 21/11 às 20h. Onde: Tenda Teatro. 14 anos

Alter Ego – Adaptado dos contos “Perdoando Deus” e “A Bela e a Fera”, de Clarice Lispector. Alter Ego apresenta duas mulheres que simultaneamente questionam-se sobre a existência no mundo. (20 min). Texto: Alter Ego de Demétrio Moreira e F. A. Uchôa. Direção: Tiago Martelli. Elenco: Marcia Nemer Jentzsch e Rafaela Cassol. Quando: Qui, 19/11 às 23h59. Onde: Satyros Um. Livre.

Amor – Ambientado nos anos 20, o espetáculo conta a divertida história de oito personagens que embarcam em um navio rumo a Paris em busca de seus sonhos. No caminho, descobrem que a maior aventura de suas vidas é, na realidade, apaixonar-se. (75 min). Texto e Direção: Eloísa Vitz. Elenco: Eloisa Vitz, Miriam Jardim, Daniel Gonzales, Laura Vidotto, Fabio Gonzales, Mariana Fidelis, Victor Delboni e Lilian Peres. Quando: Qui e Sáb, 19 e 21/11, às 21h; Sex, 20/11 às 21h30 e Dom, 22/11 às 20h. Onde: Teatro do Sol. 14 anos.

A Morte Passa, Amor Te Fica – É, acima de tudo, uma estória de amor. Amor pelo ser desejado, amor pelo ser que deixou de nos desejar ou que deixamos de desejá-lo e, principalmente, amor por si mesmo. Numa viagem imaginária pelo inconsciente, o protagonista revive imagens e pessoas do seu passado, enquanto luta para se curar de uma doença rara. (20 min). Texto: Enéas Carlos Pereira. Direção: Eduardo Silva. Elenco: Marta Caetano, Bebel Ribeiro, Tom Nunes, Máx Muratório. Quando: Qui, 19/11 às 23h. Onde: Satyros Um. 14 anos.

Antes Que Amanheça – Realização de leitura do texto teatral, ainda inédito. Esta comédia dramática conta a história de duas irmãs, Dora e Maria Alice, que se veem diante de uma situação-limite: para receber a herança da avó milionária, precisam passar uma noite inteira juntas na casa onde foram criadas. Tudo seria maravilhoso, exceto por um detalhe: elas se detestam. (50 min). Texto: Vitor de Oliveira e Fellipe Carauta. Direção: Edgar Benitez. Elenco: Mayara Magri e Martha Meola. Quando: Qui, 19/11 às 20h. Onde: Satyros Um. Livre.

Apareceu A Marga (V) Ida: Ataque Verborrágico De Dona Margarina. Uma Mulher. Profissão: Professora – A seguinte proposta consiste numa adaptação da obra de Roberto Athayde – Apareceu A Margarida, aonde colocamos uma reflexão sobre uma típica professora de magistério, que se depara com seus medos, anseios, despudores, pondo isso à prova, para uma sala durante todo o espetáculo. (60 min). Texto: Adaptado da obra Apareceu a Margarida , de Roberto Athayde. Adaptação: Mariana Arantes/ Márcio Masselli. Direção: Márcio Masselli Elenco: Mariana Arantes. Quando: Sex, 20/11 às 14h. Onde: SP Escola de Teatro – Sede Roosevelt. 18 anos.

Aqueronte – É o rio onde sonhos não realizados são sedimentados por aqueles que deixam de viver. O lodo desse não-vivido representa a própria condição humana: depósito ambíguo de aspirações e fracassos. Ao mesmo tempo oprimido e opressor, o ser humano se revela como sujeito e objeto dos modos de agir e de pensar da sociedade. Uma sociedade que mais do que vigiar, constrói um sistema de poder capaz de moldar um homem passivo, disciplinado e útil. (30 min). Texto: Criação coletiva. Direção: Suzana Muniz. Elenco: Arthur Capella, Bruna Carvalho, Caio Costa, Carlos Valle, Carol Bifulco, Cristian Silva, Danny Carvalho, Felipe Olegário, Felipe Pedroso, Gustavo Galliziano, Gustavo Mascari, Isa Meneghini, Juliana Gerais, Lorena Garrido, Lucas Cavallaro, Marina Vitti, Michelle Gois, Moisés Araujo, Rafael Costa, Rafael Thomazini, Rhafael de Oliveira, Sandy Lee. Quando: Sáb, 21/11 às 16h30. Onde: Satyros Um. 16 anos.

Aqui Jaz Stanislavski ou Apenas um Pequeno Conto de Fodas – Um espetáculo híbrido criado a partir da obra “Vigiar e Punir” de Michel Foucault, que questiona de forma livre e sensorial as mudanças e o (dis)funcionamento de um sistema diante de uma sociedade que vive em constante vigilância e julgamentos desenfreados. (50 min). Direção: Henrique Mello. Elenco: Alexandre Proença, Ana Cechinel, Augustus, André Louis, Alessandra Nassi, Begê Muniz, Breno Borges, Bruno Laiso, Carol Zanola, Davi Scorzato, Débora Cruz, Eberhard Stehling, Emanuela Tosta, Jana Arruda, Maiara Cicutt, Mayla Fernandes, Milton Aguiar, Neila Camargo, Rafael Tesoto e Su Barbosa. Quando: Sáb, 21/11 às 14h30. Onde: Satyros Um. 18 anos.

Aquilo Que Me Arrancaram Foi A Única Coisa Que Me Restou – Traz à cena uma banda de rock liderada pelo cearense Jonnata Doll, e um elenco de cinco atores que se revezam nos papeis da trama. O rock’n roll potencializa um projeto multimidiático, onde texto, trilha e encenação se fundem para construir uma experiência teatral singular, na qual o som amplifica o jogo performático dos atores entre si e com o público. (120 min). Texto: Biagio Pecorelli. Direção: Biagio Pecorelli. Elenco: Alex Bartelli, Camilla Rios, Felipe Vasconcellos, Bruno Caetano, Jonnata Doll e Paula Micchi. Quando: Dom, 22/11 às 20h. Onde: Subterrâneo do Teatro Municipal. 18 anos.

Babylon, Luxúria e Morte – Transitando entre o vasto universo que desperta o desejo humano. Neste picadeiro tudo é permitido. Pecamos porque pecar é desafiar a monotonia do universo. Transgredir é o único caminho para a evolução. Lilit e Briun-o templário, vivem num duelo com as certezas de suas razões, numa revelação de crimes e atrocidades que apenas O Livre-Arbítrio terá uma resposta, ou não. (60 min). Texto: Luiza Pastor. Direção: Tom Garcia. Elenco: Emanuela Tosta, Gui Alves, Leonardo Dalla Valle, Lih Martarello, Luara Trevisan, Luiza Pastor, Magé Dionísio, Marcela Steyer, Maria Andrade, Olegas e Otavio Mendes. Quando: Sex, 20/11 às 23h59. Onde: Teatro do Ator. 18 anos.

Beco Azul – O espetáculo baseia-se em um estudo bem humorado da Cia ABC-Arte dos Bons Companheiros sobre os aspectos e deformidades sociais em relação ao homem moderno. Os atores contam a história de um planeta e sua civilização, o modo como se sentem e funcionam diante um sistema. (30 min). Texto: Processo colaborativo, a partir de contações de histórias e discussões. Direção: Mariana Gonzaga Cajé. Elenco: Beatriz Oliveira, Jéssyca Alves, Juliani de Oliveira, Kaue Peixoto, Leticia Alves e Mariana Cajé. Quando:Dom, 22/11 às 18h. Onde: Tenda Teatro. 14 anos.

Berenice Morre – Opondo uma festa e um velório, a pesquisa é reflexão sobre a passagem do tempo. A peça se utiliza das três linguagens do teatro: dramática, narrativa, performativa. O exercício é uma investigação que busca o choque dessas línguas dramatúrgicas presentes nas artes do palco. (60 min). Texto: Sergio Zlotnic. Direção: Sergio Zlotnic. Elenco: Amanda Salvatori, André Castelani, Denise Sefer, Henais Deslandes, Rafa Costa, Rodrigo Melgaço, Sergio Zlotnic. Quando: Qui, 19/11 às 21h30. Onde: Satyros Um. 14 anos.

Boquete (Blowjob) – Um prédio em que o dono é todo-poderoso e excitado em exercer seu poder ilimitado. Um par de irmãs com dificuldades para pagar o aluguel. Uma irmã jovenzinha com vontade de saber como funciona o mundo. Um segurança calado. “Boquete” é uma parábola sobre como funcionam os acertos entre pessoas fechadas num mundinho irrelevante como todos. (25 min). Texto: Rodrigo Contrera. Direção: Rodrigo Contrera. Elenco: Cézar Hiraki Velázquez, Priscila Vidal, Paola Ribeiro, Silvia Jatobá, Rodrigo Contrera e Wladimir Trevizzano. Quando: Sáb, 21/11 às 19h30. Onde: Satyros Um. 18 anos.

Breve Relato Dominical – Processo De Criação – Uma simples manhã de domingo e a vida de dois casais nunca mais será a mesma. BREVE RELATO DOMINICAL do dramaturgo argentino Matías Feldman, expõe a atual fragilidade dos laços humanos e a insegurança inspirada por essa condição. O texto foi vencedor do Prêmio de Nova Dramaturgia no VI Festival Internacional de Buenos Aires em 2007 e permanece inédito no Brasil. (60min). Texto: Matías Feldman. Direção: Ana Kfouri. Elenco: Thiago Mendonça, Augusto Garcia, Fernanda Boechat e Letícia Cannavale. Quando: Dom, 22/11 às 17h. Onde: SP Escola de Teatro – Sede Roosevelt. 12 anos.

Buraquinho – A peça conta a história de Cândida, mulher curiosa e impertinente, que olha constantemente pelos “buraquinhos” das portas para saber o que acontece dentro e fora do apartamento em que vive. (55 min). Texto e Direção: Marcelo Mansfield. Elenco: Melissa Comunalle. Quando: Sáb, 21/11 às 23h59. Onde: Espaço dos Parlapatões. 16 anos.

Cabaretize – Uma apresentação de circo e teatro de variedades, em que uma trupe em busca de uma nova atração faz audição pública para encontrar um novo talento, alternando números de acrobacia, música, mímica, dança, pirofagia e teatro com a participação do público que é convidado para se expressar livremente. (60 min). Texto: Cia do Liquidificador. Direção: Fabio Spila. Elenco: Marcus Veríssimo, Cris Socci, Henrique Athayde, Fernanda Mariano, Gabriela Frota, Fabio Spila. Quando: Sex, 20/11 às 17h. Onde: Tenda Teatro. Livre.

Cartografia Do Esquecimento – São pequenas instalações ambulantes que caminham pela cidade realizando intervenções individuais e coletivas. O grupo de performers vestidos de Guarda-Memórias coloridos e iluminados, munidos de aparelhos sonoros, caminham pela cidade compartilhando memórias. O público tem a liberdade de entrar nas instalações, caminhar pelas ruas e dividir com os performers experiências de memória e esquecimento. (90 min). Texto: Cia. Bruta de Arte. Direção: Roberto Audio. Elenco: Ana Carolina Guedes, Ana Lucia Felippe, Ana Pereira, Angela Ribeiro, Camila Cohen, Dagoberto Macedo , Fabiana D’Praga, Helder Rocha , Marba Goicochea, Paulo Maeda, Teka Romualdo, Tico Dias, Washington Calegari e Wanderley Salgado. Quando: Sex, 20/11 às 21h. Onde: Praça Roosevelt. Livre.

Colônia – Livremente inspirado no documentário: “Em Nome da Razão”, e em depoimentos pessoais; a peça “Colônia” conta a história de um Hospital Psiquiátrico, em época de ditadura, onde mais de 60 mil pessoas morreram, e que até os dias de hoje, não existiu uma punição. (40 min). Texto: O grupo. Direção: Henrique Mello. Elenco: Daniel Falcão, Isabela Jordanie, Júlia Innocencio, Thiago Leão, Rafael Tesoto, Everson Miller, Elisa Barboza, Higor Lemo, Taisa Lira, Isabela Cetraro, Laiza Fernanda, Vinicius Mena, Ana Roberta, Milton Aguiar. Quando: Sáb, 21/11 às 18h30. Onde: Estação Satyros.16 anos.

CorpoEngrenagem – O trânsito é involuntário: O relógio gira, o coração bate, o Ser caminha. Tamanho é o movimento que mal sabe o Homem distinguir vontade própria de obrigação moral. Junto com a engrenagem, se automatizam as relações. Todas elas. Um imenso carrossel gira sem parar e para lugar algum. Quem nos observa, afinal?Quem rege isso tudo?Se uma sentença é injusta, não é justo desobedecê-la? (40 min). Texto: O grupo. Direção: Eduardo Chagas e Marjorie Serrano. Elenco: Adriana Martins, Alessandra Ganan, Ana Costa, Brenda Romacho, Dandara Paz, Denise Melo, Diego Saraiva, Elisete Santos, Fabia Mirassos, Fábio Brasile, Franco Mafra, Gustavo Linhares, Higor Lemo, Ingrid Arruda, Jana Delfino, Júlia Innocencio, Kell Magna, Lucas Vieira, Mari Miguel, Natacha Ito, Otávio Mendes, Rossana Noceloni, Thaísa Gazelli, Thiago Leão. Quando: Sáb, 21/11 às 17h30. Onde: Estação Satyros. 14 anos.

Cavalos Mortos – É uma tentativa de olhar e isolar o sentimento humano. Temos então duas personagens que viajam pelo cinema e pela literatura. Um deles, Ian, quer fazer um caminho de volta a um passado (ideal), o outro Rah, quer plasmar desesperadamente um futuro. Os personagens estão trabalhando pela alienação, tornando-se, em algum momento, tão pesados que se rompe a linha do verosímel e vai-se para o imaginário, o lúdico e até o bufônico. (70 min) Texto e Direção: Bruno Giordano. Elenco: Bruno Giordano e Tamayo Nazarian. Quando: Sex, 20/11 às 19h30.Onde: Estação Satyros.16 anos.

C A V E A M – Senhoras e senhores: Este é um espetáculo de apresentação de seres humanos enjaulados em uma condição anormal, ou seja, por mutações sociais , culturais, doenças ou defeitos de formação. Venham observar nossas criaturas! (40 min). Texto: Coletivo. Direção: Gustavo Ferreira e Marcelo Thomaz. Elenco: Alexandre Barbosa, Alexia Borges, Amanada Barth, Audaz Augusto, Beatriz Ramirez, Camila Ferreira, Clara Campos, Daniel Pereira, Danielle Barros, Diego Summer, Edi Lima, Edu Pascuti, Everson Miller, Felipe Souza, Jéssica Barreta, Kelly Priscila, Leonardo Dalla Valle, Lih Martarello, Mariana Haddad, Nanda Versolato, Paula Barros, Safira Santos, Taísa Lira, Tania Brigantini, Tattiana Kleine e Wagner Leão. Quando: Sáb, 21/11 às 15h30. Onde: Estação Satyros. 14 anos.

Chica Boa – Chica Boa, moça irreverente e avançada para sua época, decide procurar o pai que não conhece. Ao encontrá-lo no bairro de Santa Teresa (RJ), depara-se também com sua nova família, dominada pela ultra-moralista DonaEngrácia. Chica instaura pouco a pouco ares de modernidade libertária nos costumes austeros e enferrujados daquela casa carioca. (65 min). Texto: Paulo Magalhães. Direção: Fernando Neves. Elenco: Eliana Bolanho, Flávio Pires, Guto Togniazzolo, Juliana Gontijo, Luciana Viacava, Nereu Afonso, Vera Abbud. Quando: Sex, 20/11 às 20h. Onde: Companhia do Feijão. 12 anos.

Cólera – O que é família hoje em dia? A pluralidade de situações cotidianas impede a existência de um único padrão dominante de família. Na realidade, não podemos mais afirmar que família se limita a um modelo. “Cólera” é um espetáculo que buscou abordar fatos familiares reais de uma maneira esteticamente livre, utilizando-se de múltiplas linguagens; do surrealismo de David Lynch as estruturas melodramáticas, muitas vezes patéticas, presentes nas novelas “mexicanas” e nos filmes ‘trashes’ de Jonh Water. (55 min). Texto: Criação Coletiva. Direção: Henrique Mello. Elenco: Amanda Barth, Beatriz Ramirez, Isa Meneghini, Jhonatan Hoss, Clara Campos, Danielle Barros, Augusto Grassi, Lucas Lin, Alexia broges, Cássia Tiemi, Mariana Haddad, Ana Moretto,, Jordana Chaves, Safira Santos, Taisa Lira, Beatriz Nahes, Luciano Araki , Rodrigo Banks, Fábio John, Tania Brigantini, Daniel Costa. Quando: Dom, 22/11 às 18h. Onde: Estação Satyros. 14 anos.

Coquetel De Cenas – É um mix de peças curtas, de temas variados. O patrocinador de um festival de teatro cancela seu apoio e os grupos inscritos não conseguem chegar à cidade. Mas um voluntário sonha o sonho impossível e decide ele mesmo apresentar todos os espetáculos. Após muita luta, é chegado o grande dia das apresentações. E o público poderá eleger a peça curta vencedora do “Coquetel de Cenas”. (70 min). Texto, Direção e Elenco: Roberto Borenstein. Quando: Sex, 20/11 às 14h30.Onde: Estação Satyros. 12 anos.

Chuva Seca – La Femme Qui Pleure – Conta a história da vida conturbada de Dora Maar, fotógrafa surrealista e amante de Pablo Picasso. Sua vida é retratada através do movimento surrealista, que tomou corpo em um dos momentos mais perturbadores da história mundial. (50 min). Texto: Fernanda Roman. Direção: Eduardo Chagas. Elenco: Fernanda Roman. Quando: Dom, 22/11 às 18h30. Onde: Satyros Um. 14 anos.

Dentro Do Que Parece Ser Real – Aborda questões ligadas aos sete pecados capitais, que de uma forma estão inseridas no intimo das pessoas, porém não expostas por medo do julgamento da sociedade, transformando essas questões como doenças, perturbações, loucuras. Consiste uma linha tênue entre o ilusório e as mais diversas questões ocultadas dentro do ser humano. (60 min). Texto: Obra Coletiva criada a partir de cartas elaborada pelos integrantes do grupo. Direção: Orientação Artística Verônica Mello. Elenco: Ariane Ramalho, Leandro Guedes, Fabio Guedes, Mariana Mello e Ronaldo Bonfim. Quando: Dom, 22/11 às 17h. Onde: Praça Roosevelt. 16 anos.

Desliguem Os Seus Celulares – Uma atriz tenta lidar com a expectativa dos espectadores antes do começo de uma peça. (20 min). Texto: Felipe Dias Batista e Rodrigo Soares. Direção: Felipe Dias Batista. Elenco: Teofila Lima, Luana Pereira, Alexa Kiani, Daiane Rodrigues, Roberson Lima. Quando: Sáb, 21/11 às 21h30. Onde: Tenda Teatro. 12 anos.

Deus, Nos Espere – A partir do texto “A Oração” de Fernando Arrabal, duas personagens buscam desesperadamente, nestes dias de hoje, aprender a serem boas, a exercer a bondade. Para isso, abrem a bíblia e outros livros, a fim de encontrar alguma receita possível. (25 min). Texto: Maurício Ferreira. Direção: Suzana Aragão. Elenco: Dione Leal e Joaquim Gama Quando: Sex, 20/11 às 19h. Onde: SP Escola de Teatro – Sede Roosevelt. 12 anos.

Do Outro Mundo – Um Homem que adorava escrever tem uma experiência nada comum em uma noite que está em uma crise criativa. Decide seguir o seu desejo e viver o inesperado. (35 min). Texto, Direção e Elenco: Thiago Spektror. Quando: Dom, 22/11 às 13h30. Onde: Satyros Um. 12 anos.

Elas – É um espetáculo de palhaças inspirado no cinema mudo. O roteiro de encenação tem inicio na infância de duas mulheres que se tornam amigas desde pequenas e passam pelas fases da vida juntas. Estas duas palhaças com suas igualdades e diferenças revelam dois seres humanos que apesar dos conflitos conseguiram superar suas desigualdades. (60 min) Texto e Direção: Guarahna Ramos. Elenco: Anna Paula de Oliveira e Jussara Freitas. Quando: Sáb, 21/11 às 15h30. Onde: Tenda Teatro. Livre

E Não Vos Deixeis Em Tentação – A partir de histórias ouvidas em reuniões de família, pontos de ônibus, casal no banco de trás do trem ou em fila de banco, “E Não Vos Deixeis Cair em Tentação” torna público aquilo que é privado. Pequenas histórias que buscam revelar esses pequenos paraísos que tentamos deixar quietos como segredos que ninguém pode tocar. (45 min). Texto: Antônio Nicodemo. Direção: Fernandes Junior. Elenco: Michel Galiotto, Lucas Cavalcante, Ana Carolina, Camila Ribeiro, Marcos Keller e Aline Ribeiro. Quando: Dom, 22/11 às 20h. Onde: Satyros Um. 14 anos.

Era Uma Vez Um Conto – Iniciando oficialmente as produções da Cia. Drómos de Teatro, Era uma vez um conto tem como pano de fundo os clássicos contos que embalaram a infância de muitos, entretanto não é uma releitura, mas sim a proposta de uma reflexão do que move o ser humano, bem como seus desejos, sentimentos, ações e relações no mundo contemporâneo.
(45 min). Texto: Dália Nídia. Direção: Cia. Drómos de Teatro. Elenco: Alessandra Melo, Dália Nídia, Egle Anny, Fabio Oliveira, Paula Tobaruela, Roseli Jacyntho. Quando: Dom, 22/11 às 17h. Onde: Tenda Teatro. 16 anos.

Erasmus – Cinco homens representam os pensamentos de Erasmo de Roterdã durante a inspiração para seu livro O Elogio da Loucura. Um estudo obre a obra e sobre todas as possibilidades do masculino. O lado político, irônico e erótico da loucura. (50 min). Texto: Milton F. Verderi. Direção: Milton F. Verderi e Fransérgio Araujo. Elenco: Antonio Soler, Cristian Cortes, José Antonio Borges, Milton F. Verderi, Rodrigo Vasques e Victor Fogaça. Quando: Sex, 20/11 às 18h. Onde: Estação Satyros. 16 anos.

Essa Casa – Compartilhar uma sobrevivência. Construir uma casa. Buscar um descanso. Uma espera. Casa feita de água. Paisagem funda de um infinito, refletindo azul. Que o nosso corpo é essa invisibilidade que a gente mostra. Vozes. A vida é um endereço… (30 min). Texto: Gustavo Colombini. Direção: Tiago Luz. Elenco: Bruno Moreno, Cainã Vidor, Felipe Stocco. Quando: Qui, 19/11 às 20h. Onde: SP Escola de Teatro – Sede Roosevelt. 14 anos.

Estudo De Paisagem – Usando como ponto de partida o texto “Descrição de uma imagem” de Heiner Müller, uma paisagem é pintada em cena pela performer. Durante esta ação o texto é projetado sobre a paisagem que pouco a pouco se constrói e se revela. Uma encenação que transita entre o teatro, a performance e a pintura, abandonando a representação em favor do real. (50 min). Texto: Heiner Müller. Direção: Márcia Nemer – Jentzsch. Elenco: Márcia Nemer – Jentzsch. Quando: Sáb, 21/11 às 20h30. Onde: Satyros Um. 12 anos.

Fatias De Amor E Presunto – É uma peça teatral inédita, escrita por Rafael Primot. O texto conta a história de Ramon, um homem rodeado por três mulheres, Maria, Helena e Maria Helena e seu relacionamento com “elas” durante sua vida.Logo de início sabemos que alguém morre e que o que iremos assistir é a história de uma relação amorosa interrompida, mas o que de fato aconteceu ali, só mesmo o desenrolar da narrativa irá revelar. (56 min). Texto: Rafael Primot. Direção: Willians Mezzacapa. Elenco: Dudu Pelizzari, Jady Forte, Luisa Levenstein e Natalia Fressato. Quando: Qui, 19/11 às 20h. Onde: Estação Satyros. 12 anos.

Filosofia Da Revolução – Revoluções são permanentes. Existem o tempo todo, por várias gerações, em várias idades. Algumas vezes aparecem como ritos de passagem, principalmente as revoluções internas, que explodem em segredo. A estrutura do texto é como uma roleta que propõe um jogo matemático, apresentado em 35 cenas curtas equilibradas entre 10 personagens jovens que vivem situações de mudança. (60 min). Texto: Marcelo Romagnoli. Direção: Jorge Alves. Elenco: Ana Ferrari, Bruno Gomes, Camila Zanotto, Edemi Jr., Jennifer Gregnani, Jorge Alves, Nalva Felix, Meirielyn Zanotto, Paulo Henrique Costa, Tiago Marques. Quando: Sex, 20/11 às 18h30. Onde: Tenda Teatro. 12 anos.

Fiz Pra Você – Construído de forma híbrida, o espetáculo mescla cenas de cinema e teatro para retratar os encontros e desencontros entre Leandro e Katarina, em plena década de 70 esse casal improvável é desafiado a viver uma história de amor, em uma sociedade onde a individualidade é prioridade, em apenas dez dias tudo pode mudar…(60 min) Texto: Alexia Annes. Direção: Marcio Moura. Elenco: Alexia Annes e Marcio Moura. Quando: Dom, 22/11 às 21h30. Onde: Tenda Teatro. 12 anos

Fotossensível – Dois amigos revisitam suas memórias através de fotos de suas biografias. Num jogo de claro e escuro, ficcionam lembranças íntimas e friccionam verdade e ilusão de ótica. Pessoais e intransferíveis, cada imagem é um ponto de partida para um mergulho no passado, vivido e inventado, ou um salto ao futuro, insondável e mágico como a revelação de um negativo. (80 min). Texto: Colaborativo. Direção: Mario Spatizziani. Elenco: Paulo Maeda e Taiguara Chagas . Quando: Sex, 20/11 às 1h30. Onde: Satyros Um. 14 anos.

Frequência Ausente 19hz – Experiência individual em áudio drama. Os participantes, com seus próprios celulares e fones fornecidos pela produção acompanham a história de um ator que se desmaterializou, enquanto são guiados por áudio em percursos pelas ruas da cidade, percebendo a si mesmos e o espaço através de uma dramaturgia em áudios mono, vídeos, fotos no celular e cenas em áudios 3D – que recriam uma espacialidade e simulam a presença física do personagem que é escutado pelos fones. (90 min – 1 pessoa a cada 5 min). Texto: Bernardo Galegale e Gustavo Vaz. Direção: Bernardo Galegale e Gustavo Vaz. Elenco: Gustavo Vaz. Quando: Dom, 22/11 às 15h. Onde: Satyros Um. 16 anos.

Hamelete – O Cordel – A proposta de reconstrução da mais famosa peça shakespeareana propõe uma releitura de Hamlet na estrutura do cordel. Ao trabalhar com a versatilidade das formas e ritmos oferece a possibilidade de uma leitura em que o peso da tragédia é minimizado, mas sem ausentar o aspecto reflexivo da obra. (70 min). Texto: Octávio da Matta. Direção: Lívia Simardi. Elenco: Luizinho Beltrame, Alberto Vizoso, Yves Carrasco, Marcelo Jacob, Octávio da Matta, Lívia Simardi e Patrícia Palhares. Quando: Sex, 20/11 às 23h59. Onde: Espaço dos Parlapatões. 12 anos.

Hamletmaschine (Leitura) – É uma obra pós-moderna e um retrato angustiante da vida sob o regime totalitário.Grande parte do jogo complexo é composto de monólogos dramáticos, densos, com alusões a peça de Shakespeare e outras obras de cultura europeia. (30 min) Texto: Hamletmaschine de Heiner Müller. Direção: Cássio Scapin. Elenco: Marcia Nemer Jentzsch, Samira Lochter e Tiago Martelli. Quando: Sáb, 21/11 às 22h. Onde: Satyros Um.

Hipocôndrio – Hipocôndrio é a vida e morte de Adriano Leiva Cunha. Homem marcado pela saúde frágil, Adriano encontra na composição e na métrica sua tentativa de organizar o mundo. Escrito em versos alexandrinos, o monólogo aborda os temas da religião, saúde mental e o papel da arte na construção de nossas narrativas do real. (55 min). Texto: Lucas Heymanns Direção: O grupo. Elenco: Lucas Heymanns. Quando: Sex, 20/11 às 20h. Onde: Satyros Um. 14 anos

Homem Pedal – Homem Pedal, livremente inspirado na obra El Amateur, do autor argentino Maurício Dayub, trás para a cena a busca pela marca recorde de 130 horas em cima de uma bicicleta. Pássaro e Odimar são os amigos que desenvolvem a trama – que tem como ponto forte uma atuação que provoca a tensão entre o real e o ficcional. Através da relação conflituosa que mistura opressão e cuidado, os dois sujeitos exploram uma situação marcada pelo desejo e pela instabilidade psicológica. (50 min). Texto: André Carreira. Direção: André Carreira. Elenco: Rafael Orsi de Melo e Rodolfo Lemos. Quando: Dom, 22/11 às 19h. Onde: Praça Roosevelt. Livre.

Hystérica Passio – Peça conta história de Hipólito, que aos 12 anos resolve se vingar dos pais pelos maus tratos por ele sofridos. (80 min). Texto: Angélica Liddell. Direção: Reginaldo Nascimento. Elenco: Alessandro Hernandez e Amália Pereira. Quando: Sab e Dom, 21 e 22/11, às 20h. Onde: Espaço dos Parlapatões. 16 anos.

Juliette – O espetáculo integra a Tetralogia Libertina, no enredo, Juliette é uma heroína libertina que experimenta uma vida repleta de depravação. A montagem aborda de forma não cronológica a vida da personagem e discute o papel da mulher na sociedade contemporânea. (90 min). Texto: Rodolfo García Vázquez e Nina Nóbile, a partir da obra de Marquês de Sade. Direção: Rodolfo García Vázquez. Elenco: André Louis, Billy Eustáquio, Cristian Silva, Daiane Brito, Débora Cruz, Diego Ribeiro, Eric Barros, Evandro Roque, Fernando Soares, Flavio Sales, Hanna Perez, Janaína Arruda, Lenin Cattai, Lucas Allmeida, Marcelo Thomaz, Sabrina Denobile, Silvio Eduardo, Stephane Sousa. Quando: Qui, 19/11 às 23h59h. Onde: Estação Satyros. 18 anos.

Kid Morengueira – O mais famoso pistoleiro de Wichita ataca novamente. Desta vez envolvendo o público em suas tramas num enredo sonoro. (30 min). Texto: Kid Morengueira. Direção: Leandro Alves. Elenco: Cia Tijolo de Papel. Quando: Dom, 22/11 às 18h. Onde: Praça Roosevelt. Livre.

Leitura Traumática do Texto Catappum! – Dois palhaços são convidados a fazer uma leitura dramática de um texto que discute a inadequação do ser humano perante a morte. (60 min). Texto e Direção: Chico Vinicius e Fagner Saraiva. Elenco: Chico Vinicius e Fagner Saraiva. Quando: Sex, 20/11 às 01h30. Onde: Estação Satyros – Mezanino. Livre.

Leve Cicatriz – Leve cicatriz, aborda o abandono das mulheres, sempre sujeitas ao lugar de sombra dos homens. Para tratar desse tema, adentramos a obra Macbeth, de Shakespeare e buscamos nas mãos de uma rainha ensanguentada as sutilezas e meandros da culpa de uma mulher que enlouquece até cometer suicídio. (50 min). Texto e Direção: Léo Kildare Louback. Elenco: Luciana Brandão. Quando: Sáb, 21/11 às 17h. Onde: Espaço dos Parlapatões. 14 anos.

Manifestos Da Desistência – Uma série de performances abertas ao público que pretendem expor nossas mazelas e escrever um manifesto: quem sabe a desistir das coisas como estão não possa ser a nova Revolução! (70 min). Texto: Heron Coelho. Direção: Filipe Brancalião. Quando: Sáb, 21/11 às 20h.Onde: Estação Satyros.18 anos.

Maxilar Viril – Características de um concerto épico-dramático e foi construído a partir da transcrição do conto “História do Lagarto que Tinha o Costume de Jantar suas Mulheres” da antologia literária sobre as mulheres da América Latina do escritor, jornalista e pensador uruguaio Eduardo Galeano. (80 min). Texto: Amaury Borges. Direção: Amaury Borges. Elenco: Amaury Borges, Elba Rocha, Fernando Barcellos, Lenine Martins. Quando: Sáb, 21/11 às 20h30. Onde: SP Escola de Teatro – Sede Roosevelt. 16 anos.

Memórias de Cabeceira – Uma matriarca caipira e católica fervorosa, uma avó superprotetora, uma prostituta desafinada e um imigrante japonês: quatro retratos que se multiplicam em contato com cada espectador em uma reflexão sobre quem somos e como construímos memórias. (80 min). Texto: Coletivo Analógico de Teatro. Direção:Rodolfo Amorim. Elenco: Bruno Canabarro, Cleuber Gonçalves, Natália Ribeiro e Vinícius Titae. Quando: Sáb, 21/11 às 01h30. Onde: Estação Satyros. 12 anos.

Minha Família – Cenas de Máfia – A minipeça reproduz cenas reais, presentes em dezenas de livros sobre a máfia norte-americana, com a intenção de tentar capturar, em linguagem realista, os valores e critérios por detrás de episódios em que a amizade entranhada por parceiros de crime passou a conviver com valores que levavam ou podiam levar à morte, encomendada ou não. (40 min). Texto: Rodrigo Contrera. Direção: Régis Trovão Rodrigues. Elenco: Euler Santi, Fernão Vale, Rodrigo Contrera e outros. Quando: Sáb, 21/11 às 23h30. Onde: Satyros Um. 18 anos.

Nada de Dó (Leitura Encenada) – Em “Nada de Dó”, duas distintas senhoras dividem o mesmo teto e as angústias da velhice. Enquanto esperam que alguém apareça ou algo aconteça, conversam e discordam sobre tudo. Texto: Rita Couto. Direção: Isabela Lisboa Elenco: Isabela Lisboa, Tatiane Andrade e Railson Fidélis. Quando: Sex, 20/11 às 23h59. Onde: Satyros Um. 10 anos.

Não Fornicarás – Num mundo onde todas as relações exigem uma proteção plastificada, o mundo digital permite a realização de toda e qualquer fantasia e o encontro veloz dos iguais. Bonecas de plástico, sites pornográficos interativos, sexo entre robôs e pedofilia virtual fazem parte das cenas do trabalho. (50 min). Direção: Rodolfo García Vásquez. Elenco: Fábio Penna, Daiane Brito, Julia Bobrow, Marcelo Thomaz, Nina Nóbile, Silvio Eduardo, Eric Barros, Bel Friósi e Diego Ribeiro. Quando: Dom, 22/11 às 01h. Onde: Satyros Um. Livre.

Noite Feliz – Será que realmente estamos festejando? Estaríamos vivendo uma época de alegria e exacerbação do amor ao próximo? Será que dentro deles esse sentimento conforta ou potencializa a solidão que os consome durante o ano que passou? Será realmente uma noite feliz? (35min). Texto: O grupo. Direção: Higor Lemo. Elenco: Rafael Tesoto, Thaísa Gazelli, Thiago Leão, Daniel Falcão, Bruno Laiso, Laiza Fernanda, Higor Lemo e Bêra. Quando: Dom, 22/11 às 15h30. Onde: SP Escola de Teatro – Sede Rosevelt. Livre.

Noites – Em cena cada ator deve, simplesmente, contar uma estória que não pode terminar… até que outro ator o interrompa para começar uma nova narrativa… e depois seja interrompido… e assim seguem estimulando a imaginação de todos… estórias reais ou inventadas, estórias que se cruzam, que continuam ou se distanciam… quem sabe onde vai parar? (60 min). Texto: Os Importados. Direção: Diney Vargas. Elenco: Elaine Dottori, Lori Ann Vargas, Daniel Dottori e Diney Vargas. Quando: Dom, 22/11 às 03h. Onde: Satyros Um.

O Ator – A partir das experiências do ator Henrique Santana com o referido texto busca-se compor uma encenação que fosse capaz de entrecruzar dramaturgia e vivência artístico-pessoal. (40 min). Texto: Chico de Assis. Direção: Marcelo Braga. Elenco: Henrique Santana. Quando: Sáb, 21/11 às 18h. Onde: Satyros Um. Livre.

O Cheiro Acre Do Que Cresce À Sombra – É da possibilidade da escolha que nasce a ambiguidade da Natureza (humana). Aquilo que exibimos, nem sempre reflete as raízes que se escondem no pantanoso breu de nossas almas. Relatos de segredos de família transmutados para os palcos. (35 min). Texto: O Grupo. Direção: Suzana Muniz. Elenco: Ana Costa, Alessandra Nassi, Carol Zanola, Davi Scorzato, Eider Franco, Emanuela Tosta, Felipe Ferreira, Jana Arruda, Janaina Delfino, Leonardo Dalla Valle, Lih Martarello, Lucas Mancinni, Mariana Avelino, Natacha Ito, Neila Camargo, Thiago Leão. Quando: Dom, 22/11 às 17h. Onde: Satyros Um. 16 anos.

O Estupro Da Pátria – ‘O estupro de uma pátria/ Uma pátria sem língua /Uma gente semterra/Uma terra com frutos, sem filhos/Colapso/Esgotamento/O riso ruindo, vindo abaixo/Passos acelerados/Em meio a guerra, ao fogo/Se esconde no mato/Mata, colhe grão por grão. (15 min) Texto: Renata Konsso Direção: Renata Konsso. Elenco: Renata Konsso Quando: Sáb, 21/11 às 19h. Onde: SP Escola de Teatro – Sede Roosevelt (Calçada). 14 anos.

O Final Quase – O espetáculo conta histórias de duas atrizes e de seus encontros e desencontros, sabores e dissabores. (70 min). Texto: Marina Ramos. Direção: Amanda Shapovalov e Marina Ramos. Elenco: Amanda Shapovalov e Marina Ramos. Quando: Sáb, 21/11 às 23h59. Onde: Estação Satyros. 14 anos.

O Guardador De Rebanhos – O espetáculo é composto por animação de boneco, elementos audiovisuais e criado e manipulado por Carolina Janning. A apresentação é feita para um único espectador por vez, com duração aproximada de cinco minutos. (5 min). Texto: O Guardador de Rebanhos, de Fernando Pessoa. Direção: Carolina Janning. Elenco: Atriz manipuladora Carolina Janning. Quando: Sex, 20/11 às 21h30. Onde: SP Escola de Teatro – Sede Roosevelt (Calçada). 12 anos.

O Ó da Viagem – Viajantes-narradores paulistas observam com olhos de “estrangeiros” o universo sertanejo do Nordeste. Desdobrando-se em múltiplos personagens, o coro de atores utiliza a linguagem do teatro popular para alternar episódios cômicos e trágicos. Conduzidos por canções também populares, diversos temas são abordados, entre eles o anti-herói do sertão (o sobrevivente), o cotidiano da seca e a fina-flor da aristocracia rural. (65 min). Texto e Direção: Pedro Pires. Elenco: Fernanda Rapisarda, Flávio Pires, Irací Tomiatto, Pedro Pires e Zernesto Pessoa. Quando: Sáb e Dom, 21 e 22/11, às 20h. Onde: Companhia do Feijão. 10 anos.

O Primeiro Lugar É A Pessoa – Fala dos cantos pouco iluminados das cidades e de dentro das casas iluminadas pela luz dos televisores, esquecidos e acinzentados. Mais pesado do que o próprio céu! Uma obra que reflete acerca de nossa relação com os espaços e com os espaços do outro. (90min). Texto: Fabiano Muniz. Direção: Fabiano Muniz. Elenco: Felipe Ferrimman, Izabelle Ferreira, João Fonseca, Samuel Cabral, Julia Campos, Duda Ferreira, Thayna Fudalli, Laura do Vale, Osmar Junior, Alef Lopes, Herick Villeiro. Quando: Sáb, 21/11 às 21h. Onde: Praça Roosevelt. 16 anos

O Retrato Mais Óbvio Daquilo Que Não Temos – O roteiro trata da vida agitada das grandes metrópoles, traz uma mulher comum, a personagem Norma, como fio-condutor e um empreendimento imobiliário como mote principal para colocar em evidência acontecimentos banais na aparente normalidade da vida cotidiana. (100min). Texto: Coletivo PI. Direção: Pâmella Cruz. Elenco: Chai Rodrigues; Emanuela Araújo; Fernanda Pérez; Júlio Razec; Marcelo Prudente; Mari Sanhudo; Matheus Félix; Natalia Vianna; Pâmella Cruz; Thiago Camacho. Quando: Sáb, 21/11 às 21h. Onde: SP Escola de Teatro – Sede Marquês de Itu. 18 anos.

O Tambor e o Anjo – A peça repassa os conflitos de geração e embates ideológicos que inflamaram a sociedade brasileira nas décadas de 60 e 70. Neste contexto, Eliane está internada num sanatório. Ela revive o que aconteceu misturando fatos históricos e pessoais, delírio e memória. (90 min). Texto: Anamaria Nunes. Direção: André Garolli. Elenco: Ana Luíza Arnoni, Débora Viana, Giovanna Nader, Julia Rosa, Karinna De Simone, Luiz Hirschmann, Mariana Bueno, Rogério Nóbrega, Gabriel Angelo, Victor Hugo Sorrentino, Viviane Monteiro e Vivian Nóbrega. Quando: Sáb, 21/11 às 2h. Onde: Espaço dos Parlapatões. 16 anos.

O Taxidermista – É uma fábula baseada na história real de um zoológico na região da Palestina onde animais mortos foram empalhados pelo diretor residente. (75 min). Texto e Direção: René Piazentin. Elenco: Aline Baba, Kedma Franza, Luana Frez, Renata Weinberger, Rodrigo Sanches e Waldir Medeiros. Quando: Qui e Sex, 19 e 20/11, às 21h. Onde: Espaço dos Parlapatões. Livre.

Os 120 Dias De Sodoma – Quatro poderosos libertinos iniciam um grande deboche em um castelo isolado nas montanhas. Suas vítimas, alguns dos mais belos jovens do país seqüestrados para a satisfação de seus prazeres, não tem o direito à palavra. 120 dias de festividades libertinas, vivendo as maiores orgias ao utilizar os corpos de suas vítimas para as maiores depravações. (90 min). Texto: Rodolfo García Vázquez, a partir da obra de Marquês de Sade. Direção: Rodolfo García Vázquez. Elenco: Alex de Felix, André Louis, Daiane Brito, Débora Cruz, Diego Ribeiro, Evandro Roque, Felipe Souza, Fernando Soares, Flavio Sales, Hanna Perez, Hugo Godinho, Júlia Innocencio, Lucas Allmeida, Lucas Cavallaro, Marcelo Thomaz, Marcelo Vinci, Sabrina Denobile, Rhafael de Oliveira, Silvio Eduardo, Tássia Dur e Tom Garcia. Quando: Sáb, 21/11 às 3h30. Onde: Estação Satyros. 18 anos.

Os Famintos – Leitura Dramática – Uma artista em crise criativa. atormentada. faminta. as palavras não saem. ela sai. [em busca: a criação. o pulso vital] mas é no encontro com o outro que as coisas começam a acontecer. a projeção fantasiosa. a inveja. o desejo de ser como o outro. de ser outra pessoa. fugir do outro. eliminar o outro. comer o outro. (30 min). Texto: Natália Xavier. Direção: Mariana Miguel. Elenco: Mila Fogaça e Vanessa Godoy. Quando: Sáb, 21/11 às 17h. Onde: SP Escola de Teatro – Sede Roosevelt. Livre

Palco dos Bonecos – Homenageando Cazuza, no ano que fazemos 25 anos sem esse grande cantor, Luís Maurício performa Ângela Maria, Ney Matagrosso, Cauby Peixoto, entre outros, com canções do artista. (10 min). Texto/ Direção e Elenco: Luís Maurício. Quando: Sab, 21/11, às 21h. Onde: Tenda – Praça Roosevelt. Livre.

Paráguas – Nossas escolhas nesse espetáculo falam mais desses instantes que das grandes histórias com começo, meio e fim. ”Paráguas” são gotas que vamos juntando numa vivência coletiva. (50 min). Texto: Trechos selecionados das obras “Ensaio Para um Adeus Inesperado”, de Sergio Roveri; “Romeu e Julieta”, de William Shakespeare; e “As Cadeiras”, de Eugene Ionesco. Direção: Ludmila Castanheira. Elenco: Débora Martins, Nathalie Abreu e William Priante. Quando: Dom, 22/11 às 19h30. Onde: Tenda Teatro, 14 anos.

Pecadilhos – Numa Cidade do interior onde o Governador e os representantes públicos mandam e desmandam, são surpreendidos ao receberem a notícia da chegada de um Inspetor advindo da Capital, para averiguar a condição e administração da pequena cidade. (35 min) Texto: Priscila Senegalho. Direção: Coletiva. Orientação José Pintor. Elenco: Clarissa Oliveira, Juliana Spadot e Priscila Senegalho. Quando: Sáb, 21/11 às 15h. Onde:SP Escola de Teatro – Sede Roosevelt. Livre.

Pessoas Perfeitas – A peça lança um olhar sobre moradores anônimos da grande metrópole que, apesar de suas diferenças abissais, acabam se encontrando e convivendo. (90min).Texto: Ivam Cabral e Rodolfo García Vázquez. Direção: Rodolfo García Vázquez. Elenco: Ivam Cabral, Fábio Penna, Henrique Mello, Julia Bobrow, Eduardo Chagas, Fernanda D’Umbra e Mariana Hein / Participação das violoncelistas Alessandra Giovannoli. Quando: Sex, 20/11 às 21h30. Onde: Satyros Um. 16 anos.

Perecível – Eu : pereço (Agora) Tú : pereceste (ontem) Ele/Ela : Perecia (um antes imperfeito) Nós : perecêramos (mais que perfeito) Vós : Perecereis (amanhã) Eles/ Elas : Pereceriam ( antes e depois) E Mais 7 bilhões de corpos (já) (40 min). Direção: Nina Nóbile. Elenco: Aline Chrispim, Bruno Ribeiro, Daniela Alves, Débora Taboada, Edemi Jr., Evandro Roque, Felipe Ferreira, Fernando Soares, Gabrielle Navarro, Jessica Aquino, Joel Pimentel, Humberto Gomes, Luca Parise, Lucas Mancinni, Luisa Monteiro, Maria Luiza Stiepcich, Natalia Tainã, Renata Pena, Renata Rosa, Roberto Leones, Rodrigo Brunetti, Rogério Lucas, Wesley Lombinni, Will Silva. Quando: Sex, 20/11 às 12h00. Onde: Estação Satyros. 16 anos.

Poema Suspenso Para Uma Cidade Em Queda – Uma pessoa cai do topo de um prédio e não chega ao chão. Os anos passam e este corpo não consuma a queda. A partir daí, a vida das pessoas nos apartamentos desse edifício fica presa numa espécie de buraco negro pessoal, onde cada um vive uma experiência que não finaliza. Cada personagem fica preso em sua metáfora, ignorando o conjunto à sua volta. Trata-se de uma fábula contemporânea sobre a sensação de suspensão e paralisia geral do mundo moderno. (60 min). Texto: Cia Mungunzá de Teatro e Luiz Fernando Marques. Direção: Luiz Fernando Marques. Elenco: Verônica Gentilin, Virginia Iglesias, Lucas Bêda, Marcos Felipe e Sandra Modesto. Quando: Qui, Sex e Sab, 19, 20 e 21/11, às 21h e Dom, 22/11, às 19h. Onde: Teatro João Caetano. 16 anos.

Precipícios – O zoom é dado do topo do mundo! É de lá que vemos uma cidade e seus moradores, que cobertos por uma neblina neguem suas rotinas. Por algum motivo esse cotidiano é quebrado… Eles se chocam. Diante dos próprios pés veem Precipícios. Será que irão se lançar? (55 min). Texto: Léo Oliveira. Direção: Colaborativa. Elenco: Camila Flores, Diego Lima, Karen Francis, Nadia Verdun e Tatiana Polistchuk. Quando: Dom, 22/11 às 22h30. Onde: SP Escola de Teatro – Sede Roosevelt. 14 anos.

Quer Rodar? – Um atropelamento de um ciclista por um rico empresário desencadeia uma série de outros acontecimentos que trazem a tona a existência (ou não) do movimento cíclico dessas relações e o que leva as pessoas a se tornarem (ou não) fantoches desse movimento. (40 min). Texto: Diogo Leite / DaCalada. Direção: Rita Miranda. Elenco: Renata Ferreira, Thaís Baldo, Daniela Miranda; Delcianny Garces Leal e Pietro Almeida. Quando: Sáb, 21/11 às 14h. Onde: SP Escola de Teatro – Sede Roosevelt. Livre.

Sarau da Quebrada – O Sarau na Quebrada busca democratizar a cultura na comunidade, incentivar a leitura, promover a formação de um público mais crítico e estimular a cultura local. (90 min). Quando: Sáb, 21/11 às 18h. Onde: Praça Roosevelt. Livre.

Saturnais – UM HOMEM: transtornado, filho de um lar abusivo, psicótico, violento, mas socialmente aceito. UMA MULHER: cordata, psicologicamente presa a esse homem. O Filho mais novo: homossexual, o pai acredita que é uma doença. O Filho mais velho é o primeiro a morrer para defender a mãe e o irmão. (30 min) Texto: Beto Bellini, Heitor Saraiva e Erika Barbosa. Direção: Erika Barbosa. Elenco: Beto Bellini, Heitor Saraiva, Samira Lochter, Danilo Amaral e Billy Eustáquio. Quando: Sex, 20/11 às 18h. Onde: SP Escola de Teatro – Sede Roosevelt. 14 anos.

Sessão Delivery – É um um mix de peças curtas criadas tanto por membros do Grupo Teatro Delivery como por artistas convidados, num leque de temas diversos. A “Sessão Delivery” é uma verdadeira Mostra de Teatro. (70 min) Texto: Roberto Borenstein + atores do Grupo Teatro Delivery. Direção: Roberto Borenstein. Elenco: Fátima Martins, Juliana Araujo, Litcia Orellana, Mayara Mendonça, Monique Almeida, Paulo Pedroso e Roberto Borenstein. Quando: Sex, 20/11 às 18h. Onde: Bar Bambolina. 12 anos.

Silentii Circus – O espetáculo aborda temas como deficiência, violência, sexo, drogas, amor, união, ódio, temas estes que se confrontam e dialogam entre si, transformando o espetáculo em um terreno pleno de sensações e realidades ásperas. (100 min). Texto e Direção: Luciane Trevisan. Elenco: Luiz Felipe Pereira; Danielle dos Anjos; Aguinaldo Elias; Jailda Freitas e Sergio Barbosa. Quando: Sáb, 21/11 às 18h. Onde: SP Escola de Teatro – Sede Roosevelt 16 anos.

Sobre o Muito que Tenho Para Te Dizer, Mas Me Faltou Coragem – Performancemusical, no estilo pocket-show, onde Liza Caetano e Lauanda Varone cantam Cole Porter, criador de grandes sucessos dos principais musicais. As atrizes, com acompanhamento de Sávio Andrade no violão, cantam e contam seus fracassos amorosos. (45 min) Texto e Direção: Lauanda Varone e Liza Caetano. Elenco: Lauanda Varone, Liza Caetano e Sávio Andrade. Quando: Dom, 22/11 às 21h30. Onde: Satyros Um. 12 anos.

Shakespeare in Fluxus – Espetáculo teatral baseado em personagens clássicos de William Shakerspeare. A encenação se utiliza da performance e ícones shakespearianos para propor uma reflexão sobre o homem contemporâneo.(40 min). Texto: William Shakespeare / Adaptação: Daniel Sommerfeld. Direção: Daniel Sommerfeld. Elenco: Alex Miguel, Alexandre Moretti, Janaína Gimenez, Sharon Torricelli e Tayná Venturini. Quando: Sex, 20/11 às 2h30. Onde: Estação Satyros. 12 anos.

Te amo, Franco Roo – Seis personagens que se cruzam em situações (extra)ordinárias ambientadas na praça mais pulsante e querida dos paulistanos. (60 min). Texto: Alexandre Freire, Lucas Paiva, Sergio Virgilio, Vivi Roesil e Victor Hugo Valois. Direção: Fernando Neves. Elenco: Eliot Tosta, Heide Dória, Lucas Padovan, Miriam Limma, Rayssa Micalosky e Vinicio Dutra. Quando: Sáb, 21/11 às 22h. Onde: Estação Satyros. Livre.

TempoNorteExtremo – Peça documentário que narra episódios da guerra que o jornalista Lúcio Flávio Pinto, paraense, trava na maior fronteira de recursos do planeta, em busca de um produto que nela é raro: a verdade. Na Amazônia, o jornalista, com mais de 50 anos de profissão, mantém há 30 o Jornal Pessoal. (60 min). Texto: Paulo Faria. Direção: Edgar Castro. Elenco: Neuza Velasco e Paulo Faria. Quando: Qui, Sex, 19 e 20/11, às 21h, Sáb, 21/11 às 21h30 e Dom, 22/11 às 18h. Onde: Sede Luz do Faroeste. 14 anos.

Trilogia Do Fogo – Erêndira – A partir da adaptação teatral de José Rubens Siqueira do romance “A incrível e triste história da Cândida Erêndira e sua avó desalmada”, de Gabriel García Márquez. PANDORA – Uma família de mãe, pai, filha. A menina relata seus estranhos sonhos à família e obtém as respostas pragmáticas de uma mãe que tem a vida abafada e de um pai que conhece apenas a concretude do mundo. (90 min). Texto: Giulia Castro. Direção: Marina Merlino. Elenco: Giulia Castro, Daniel Mazzarolo, Carolina Braga, Felipe Lemos, Lucas Frizo e Sofia Maruci. Quando: Sex e Sáb, 20 e 21/11, às 21h. Onde: Casa Livre. 12 anos.

Valsa Nº6 – Sonia é uma menina de 15 anos de idade que tenta desvendar os misterios de seu passado. A jovem vai aos poucos, em meio a seus delirios e memorias, revelando uma trama de assassinato e intrigas. (55 min). Texto: Nelson Rodrigues. Direção: Marco Antonio Braz. Elenco: Livia Ziotti. Quando: Sex, 20/11 às 20h15 e Sáb, 21/11 às 22h30. Onde: SP Escola de Teatro – Sede Roosevelt. 14 anos.

Vazio – Uma artista, desnuda em cena, frustrações, o tempo, a arte, o humano. Numa divagação, que mistura ficção e realidade, vamos adentrando os mundos internos de um ser criativo no mundo caotico em que vivemos. (45 min). Texto: Ana Paula Dias. Direção: Ana Paula Dias. Elenco: Ana Paula Dias. Quando: Sex, 20/11 às 16h30. Onde: Estação Satyros. 12 anos

Vias – Voz sf (lat voce) O som que é produzido pelo ar, lançado dos pulmões na laringe do organismo animal, e modificado pelos órgãos vocais. Também significa: ( ) O som com que se modulam as palavras ou o canto. ( ) Grito, clamor, reclamo, queixa. ( ) Poder. ( ) Voz passiva. Sem voz. ( ) Drags. ( ) N.D.A. (50 min). Texto: Nina Nóbile. Direção: Henrique Mello e Nina Nóbile. Elenco: Eric Barros, Fernando Soares e Flavio Sales. Quando: Sex, 20/11 às 3h30. Onde: Satyros Um. 12 anos.

Viúva, Porém Honesta – Trata-se de uma parábola insólita em torno do dono do maior jornal do Brasil, A Marreta. Este homem tem um problema: sua filha. Desde que ela ficou viúva ela não senta mais. Para resolver esta terrível situação, ele decide reunir em seu escritório os maiores especialistas em sexo. (90 min). Texto: Nelson Rodrigues. Direção: Marco Antônio Braz. Elenco: Ana Medeiros, Ana Negraes, Bruno Vanes, Carolina Marafiga, Carolina Rossi, Danillo Anastácio, Dênis Franchini, Felipe Gouvêa, Fernanda Gonçalves, Gabriela Nery, Iraci Santo, Izabel Neiva, Jacqueline Appes, Leonardo Silva, Letícia Simões, Maíra de Aviz, Marcelo Marothy, Monique Hortolani, Nicolle Comis, Pedro Paulo Eva, Thaís Cabral, Thays Spósito, Wagner Gaspar. Quando: Sex, 20/11 às 23h59. Onde: SP Escola de Teatro – Sede Roosevelt. 18 anos.

Você Só Precisa Saber Da Piscina (Primeiras Tentativas) – Ela (e) entendeu que pensar é não existir. E por isso escrevia sempre. Mesmo que sem vontade. Ou sem resposta. Por isso sempre teve muito a contar. O que precisava falar nunca conseguia dizer. Porque quando tudo estivesse dito seria a hora de parar e deixá-lo morrer. (30 min) Texto: Carlos Zanini. Direção: Tatiana Lenna. Elenco: Ricardo Henrique e Tatiana Lenna.. Quando: Sáb, 21/11 às 16h. Onde: SP Escola de Teatro – Sede Roosevelt. 14 anos.

Xaos De Ícaro – Despertar a reflexão sobre a indiferença humana frente a pessoas em situação de rua e também sobre questões relevantes ao tema. Paralelamente, questiona a repercussão de massa sobre o meio ambiente e os interesses que se formam em torno deste tema. (65 min). Texto: Onorath Fokui. Direção: Onorath Fokui. Elenco: Álvaro Jorquera e Onorath Fokui. Quando: Dom, 22/11 às 14h. Onde: Estação Satyros – Mezanino. 12 anos.

Wham Bam – Improvisação Corporal – Wham Bam! é um encontro de artistas do teatro, da dança e da música, amadores ou profissionais. Esse encontro convida o público a participar e a descobrir a improvisação corporal como uma prática acessível a todos. (120 min). Texto: Maico Silveira. Direção: Maico Silveira. Elenco: Branca Brener, Camila Olivetti, Iara Ungarelli, Felipe Galisteo, Maico Silveira, Paulo Ohana, Rafael Marquez, Suka Rodriguez, Victor de Seixas. Quando: Qui, 19/11 às 21h30. Onde: Estação Satyros. Livre.

Adriana Sá Moreira
Mestre em Comunicação pela Faculdade Cásper Líbero.
Publicitária pela ESPM e Atriz pelo Célia Helena-Teatro Escola.
Entusiasta do universo teatral com suas histórias e transformações.
Fundadora e editora de conteúdo do AmoTeatro.